terça-feira, 20 de março de 2018

Quando você perde o controle aos 23 anos por causa de uma banda

- Esse mês eu só vou gastar com o que for muito necessário. Vou me planejar financeiramente, anotar todas as despesas, separar o que eu quero do que eu preciso e minha bolsa vai render até o dia 30 de abril.

Era o que eu tinha programado até aquela tarde de quarta-feira. A mesa cheia de textos da faculdade. Para não ficar em silêncio total enquanto lia todas aquelas páginas, escolhi uma playlist qualquer no spotify. Deixei no volume mínimo, o que não impediu que reconhecesse a música-mais-triste-do-mundo quando ela começou a tocar. Identifiquei no primeiro acorde. 

When you were here before
Couldn't look you in the eye 

Eu já estava bem certa quanto a não ir ao show do Radiohead em abril. Muito rolê ir até São Paulo. Muito caro o ingresso. Muito longe. Muito tudo. Ai. Ai, mas é Radiohead. 

Apenas não sei o que deu em mim. Abri o site do evento, cliquei em comprar ingresso, selecionei meia-entrada, digitei o número do cartão de crédito. Tudo isso como se fosse um robô. A música acabou quando eu salvava o comprovante na área de trabalho. 

- Mãe, comprei o ingresso pra ver Radiohead.
- É aquela banda triste?


isso não é montagem.

Pensei naquelas duas parcelas que viriam na fatura do cartão e praticamente comeriam metade da minha bolsa.

- Sim, mãe - respondi, respirando fundo - É aquela banda triste.

Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 23 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo muito café. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

0 comentário (s)