quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

eu não faço a menor ideia do que fazer em 2022

ano novo tem dessas, né? um monte de coisa na cabeça e ao mesmo tempo nada. sinto como se minha vida fosse uma folha de papel em branco e alguém tivesse jogando um monte de caneta bic pra eu escrever alguma coisa. de mim, nada sai. planos parecem improváveis, não consigo prever nada além do que vou comer no almoço -- e ainda assim, tem dias de ifood. mando mensagem pros amigos e tá todo mundo na mesma. de um deles veio um conselho que tem me ajudado: parar de pensar no que farei no ano e começar a pensar no que farei no dia. ousada que sou, cogitei pegar um pedaço do meu próximo domingo para organizar almoços da semana seguinte. porém, fora os fatores gastronômicos, permaneço focando apenas nas horas que tenho depois que, com muito custo, me levanto da cama. deu certo um dia, no outro um pouco mais. hoje, acordei melhor. me inscrevi em curso de escrita porque não aguento mais só trabalhar, respondi email da farmácia de manipulação sobre orçamento da minha vitamina b12, li um pouco no sofá. na agenda, uma lista de filmes que parecem legais impede que eu passe um tempão rolando o netflix e termine vendo novela ruim da globo -- fala sério, aquelas três irmãs tratando os mesmos problemas-super-sem-graça como se fossem homéricos, há trocentos capítulos, me fazem confirmar o quanto gente rica é insuportável. sigo sem a menor ideia do que fazer em 2022 e isso tem me angustiado um tiquinho menos. me agarro com urgência ao cotidiano, lembrando que é nele que as coisas acontecem. agora, por exemplo, vou trabalhar. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Meus Cafés
template feito por Maira Gall
modificado por Manie